É seguro viajar para o Egito?

Bandeira do Egito

É seguro viajar para o Egito? Essa é a pergunta que me fazem sempre que escrevo sobre as minhas viagens ao país e quando digo aos meus amigos e familiares que estou indo para lá de novo. Antes de mais nada, essa é uma ótima pergunta, mas vou ser sincera logo no primeiro parágrafo desse post: aqui vocês não vão encontrar uma resposta sim ou não.

Minha intenção aqui é de compartilhar a minha experiência pessoal e o que achei das minhas três viagens ao Egito no período de um ano e meio, quando visitei três partes diferentes do país e passei por 3 aeroportos diferentes. De nenhuma forma irei tentar convencer ninguém de nada, a decisão de ir ou não ao Egito será sua. Só espero poder trazer um pouco de informação e alguns fatos que talvez não sejam do conhecimento de vocês.

Minha primeira viagem ao Egito foi em Novembro de 2014 para Marsa Alam, depois novamente em Abril de 2015 para Sharm-El-Sheikh. Entre a minha segunda e terceira viagem – no último mês de Dezembro, para Hamata e Luxor – um avião comercial saindo de Sharm-El-Sheikh explodiu no ar, e diz-se que foi um ataque terrorista realizado pelo grupo ISIS. Não vou mentir, quando soube desse acontecimento estava em Londres, faltavam poucas semanas para a minha viagem. Fiquei com medo.

O primeiro pensamento que me veio foi, claro, “vamos ter que cancelar essa viagem” mesmo sabendo que o nosso destino era bem longe de Sharm-El-Sheikh. Meu pensamento foi normal; a maioria das pessoas pensariam até mesmo “não tem que faça eu viajar para esse país agora”.

Rio Nilo, Egito
Rio Nilo

Não sou nenhuma expert no Egito, tudo o que você lerá aqui será baseado na minha experiência. Com isso em mente, gostaria de compartilhar alguns fatos interessantes que podem influenciar na sua decisão de visitar ou não o Egito:

1. O Egito é um país grande e nem todos os lugares do país são perigosos, é o mesmo que dizer que o clima do Nordeste do Brasil é igual ao do Sul – bem, quase isso. Há uma região do país que é considerada de conflito, a Península Sinai, a qual fica localizada no norte, fazendo fronteira com a Faixa de Gaza. Lugares no litoral sul do país, como Marsa Alam e Hamata não são perigosos.

2. Pode até ser marketing, mas nas minhas três viagens passei por situações as quais o carro em que eu estava teve que ser revistado por bombas. Em uma dessas vezes (na minha última viagem) o segurança até abriu as portas do carro para olhar dentro também. Sem mencionar no aeroportos, no de Marsa Alam, por exemplo, passamos pela segurança três vezes até chegarmos no portão de embarque, e nas estradas, onde os carros são parados inúmeras vezes para saber o destino e quem são os passageiros.

Se eles fazem isso para que nós possamos nos sentir mais seguros, não sei. Mas é fato que o turismo é responsável por 10% da economia do Egito, e eles não têm condições de arcar com as consequências de diminuir esse número. Sendo assim, é mesmo essencial e inteligente investir na segurança do país, marketing ou não. Nós viajantes agradecemos.

Sharm-El-Sheikh, Península Sinai
Sharm-El-Sheikh, Península Sinai

3. Perguntei à alguns Egípcios como está a atual situação do Egito, em termos de política e segurança. As respostas que recebi foram “a mídia faz parecer pior do que é” e “a mídia exagera”, seguidas por argumentos de que a vida no país no momento está normal e todo mundo vive a sua vida normalmente.

Para ser sincera, nunca me senti ameaçada de nada em nenhuma das minhas viagens ao Egito, exceto quando estou em um carro com um Egípcio dirigindo. Até eles chegarem nos 120km/h já estou rezando para não morrer de um acidente no meio do deserto. Brincadeiras à parte, não, nunca me senti insegura enquanto estive lá, na verdade acho que os Egípcios são bem simpáticos e hospitaleiros com turistas.

4. Em 2015 foram registrados 21 ataques terroristas no Egito (nem todos foram bombas), onde 11 aconteceram na Península Sinai, nas cidades de Rafah e Al Arish, as quais estão na fronteira com a Faixa de Gaza, aproximadamente à 460Km de Sharm-El-Sheikh.

Mapa do Egito

O interessante sobre esse fato é que com excessão de Cairo, com 6 ataques em 2015, pouquíssimas cidades estiveram na mira dos terroristas no país. Quer dizer então que Cairo é perigosa? Provavelmente, afinal de contas é a capital do país e a maior cidade também, naturalmente sendo alvo de terroristas, mas ainda assim não sinal de que o país inteiro é perigoso.

5. No Global Terrorism Index, o Egito é o número 13 em uma lista de 50 países com mais ataques terroristas no mundo. Nessa lista também estão Estados Unidos, México, Colômbia, Inglaterra, China, França e até mesmo Paraguai (ainda bem que nessa lista o Brasil não está)

O que quero dizer com esses fatos é que o problema não está somente no Egito, em 2015 terrorismo matou mais pessoas do que nunca, e essa é uma notícia triste para nós viajantes. Aparentemente hoje em dia ataques terroristas podem acontecer em qualquer lugar e à qualquer hora. E o que vamos fazer? Ficamos em casa? Isso me faz lembrar de um post muito legal escrito pela Ting, autora do blog My Travel Monkey (em inglês), onde ela expressa seus sentimentos sobre viajar nesses tempos de terrorismo.

Templo Karnak, Egito
Templo Karnak, Luxor

O problema com terrorismo é imprevisível – pelo menos na maioria dos casos – e nunca podemos ter certeza de quando e aonde acontecerá o próximo ataque no Egito ou em qualquer outro lugar do mundo. As pessoas vão parar de ir ao país por causa dos riscos? Nem todo mundo, eu sou uma que iria lá novamente e conheço pessoas que vão todos os anos. Pararam de ir à Paris e Nova Iorque? Por que deveria ser diferente com o Egito? Porque fica na África? Porque é um país pobre e subdesenvolvido?

Não estou dizendo que não penso nos riscos, porque eu penso. Também não estou dizendo “vão para o Egito que nada vai acontecer com vocês”, estou dizendo que vocês não deveriam eliminar a possibilidade de ir ao país por causa dos riscos. Esses riscos estão em todos os lugares hoje em dia, provavelmente a probabilidade de ser assaltado e morto no Brasil é maior do que morrer em um ataque terrorista no Egito. Acredito que quando tem que acontecer acontece, não importa onde esteja, nem aqui na Europa estamos seguros de terroristas.

 

O que acham?

Deixem suas opiniões nos comentários ou simplesmente escolham uma opção no quadro abaixo:

 

Templo Karnak, Egito