12 razões para fazer intercâmbio na adolescência

Nova Iorque de cima

Outro dia eu estava andando aqui nas ruas de Munique e vi um grupo de adolescentes indo à escola. Por algum motivo, ao observá-los falando sobre uma prova que iam ter em breve, me lembrei de quando eu tinha a idade deles – parece até que foi ontem, mas ao mesmo tempo há tanto tempo atrás – e estava fazendo intercâmbio no Canadá.

Quando o costume de fazer intercâmbio estava ficando bem popular no Brasil, foi quando fiz o meu, em 2004 quando tinha 16 anos. Sempre tive essa coisa por morar em outro país, aprender outras línguas e viajar o mundo, então fazer algo do tipo sempre fez parte de um sonho que acabou se tornando realidade.

Morei 1 ano em Winnipeg, Canadá, onde fiz high school e fiquei com uma família canadense. Foi a época mais inesquecível da minha vida. Uma época que sempre falo com bastante carinho, a qual aprendi sobre a vida mais do que em qualquer outra, e uma que contribuiu para a pessoa que sou hoje.

Winnipeg, Canadá

Depois do meu intercâmbio, morei fora em outras diferentes ocasiões como adulta. Trabalhei na França, estudei na Suíça e agora moro na Alemanha. No entanto, nenhuma dessas experiências foram intensas quanto a primeira vez. Nada se compara a ser um estudante de high school e morar longe de casa quando se é tão novo.

Então hoje, 5 idiomas, 4 países (sem contar o Brasil) e quase 12 anos depois, olho para trás com a certeza de que ter feito intercâmbio foi uma das melhores coisas que já fiz na vida. Tenho muitas razões para achar isso, algumas delas são pessoais, outras fico feliz em compartilhar aqui com vocês.

Seja você um futuro intercambista, um pai/mãe de um, ou que já viveu essa experiência assim como eu, aqui estão as minhas 12 razões para fazer intercâmbio na adolescência:

Você aprende um outro idioma

Claro, afinal de contas, esse é provavelmente seu principal objetivo como um exchange student. Mas saiba que o idioma é uma das consequências da sua experiência; de uma forma ou de outra acabará aprendendo a língua e obviamente o nível dependerá de você.

Aprende a lidar com responsabilidade

Agora você estará em uma situação em que não tem seus pais para fazer tudo para você, nem para dizer o que pode ou não fazer. Isso significa que terá que se virar. Terá que cuidar do seu dinheiro, tomar decisões, decidir o que é bom e ruim para você e arcar com as consequências dessas decisões.

Madrid vista de cima

Amadurece

Você não irá notar à princípio, mas ao voltar para casa e para sua escola, verá como amadureceu em relação aos seus amigos que ficaram. Estar longe de casa e ter mais responsabilidade te fazem amadurecer querendo ou não.

Nunca mais verá seu país como antes

Tem o lado bom e ruim disso. É verdade, você nunca mais verá seu país e sua cultura da mesma forma de novo. Volta e meia se pegará comparando os dois e se perguntando como pode aqui ser assim enquanto ali é tão diferente. Isso é normal, não veja como uma coisa ruim.

Se torna uma pessoa de mente aberta

Aberta para outras culturas, ideias e formas de viver. Todo mundo que conheci que já morou fora de seu país são diferentes; em um bom sentido. Elas são mais abertas para o desconhecido, para conhecer pessoas diferentes e respeitar as diferenças. E tem mais, nesse mundo tão globalizado, essa é uma ferramenta e tanto para se ter.

Pôr do sol em Munique

Se torna mais independente

No intercâmbio, você terá que fazer muitas coisas sozinho. Será responsável por seu dinheiro, em como ir de um lugar para outro e onde encontrar o que precisa. Claro, terá ajuda de amigos e da sua hostfamily, mas cedo ou tarde perceberá o quanto você se tornou mais independente.

Aprende a respeitar outras culturas desde cedo

Para mim, essa é uma das coisas mais importantes que já aprendi na vida, e algo que todos deveriam aprender também, principalmente os que pretendem morar em outro país um dia. A lição mais importante aqui é saber que você é quem tem que se adaptar à cultura local e não o contrário. Ao fazer isso, aprenderá a respeitar a cultura do próximo, e perceberá que eles irão fazer o mesmo com você. Se não fizeram, faça a sua parte, porque isso quer dizer que ela ainda tem muito à aprender e você pode ajudá-la com isso.

Faz amigos para a vida

Alguns dos meus melhores amigos conheci no Canadá. Ainda mantemos contato, já viajamos juntos, fomos à formatura da Universidade uns dos outros, fomos madrinhas/padrinhos de casamento do outro, e vemos como cada um de nós mudou uma década depois do nosso intercâmbio. Isso não tem preço. E tudo isso acontece porque vocês estavam na mesma situação de morar fora tão novos, ou porque eles te ajudaram quando você mais precisou.

Grama

Essa experiência poderá definir o adulto que você será

Positiva ou não, sua experiência de intercâmbio irá contribuir para o adulto que você se tornará. Se fez coisas erradas ou tudo certinho, tudo terá um impacto na sua vida de uma forma diferente. Sendo assim, faça proveito de cada momento.

Verá o mundo com outros olhos

De agora em diante você não se sentirá parte somente de um lugar, mas do mundo como um todo, e nunca mais será a mesma pessoa. Bem-vindo ao mundo de ter lugares diferentes para chamar de casa.

Uma experiência que irá te preparar para a vida

Te prepara para a escola, para a Universidade, trabalho, para viajar, socializar, para aventuras e claro, para morar no exterior novamente. Você se torna independente, maduro, mente aberta e responsável, então é claro que te prepara para a vida.

Sacré Coeur, Paris

Essa poderá ser A época da sua vida

Poderá ser a época em que você mais mencionará quando adulto, que mais sentirá saudades, que mais marcará na sua vida, a qual dará tudo para reviver, uma época que lembrará todos os dias… poderá ser A época da sua vida, ou “THE time of your life”.

 

Teve a oportunidade de fazer intercâmbio na adolescência? Planeja? Vai deixar seus filhos fazerem?