10 horas em Madrid

Madrid de cima

Quando reservei meus voos para o Brasil com a Iberia, eu só tinha uma conexão de 2 horas no aeroporto de Madrid antes de ir para São Paulo, tanto na ida como na volta. Mas, pouco mais que um mês antes da viagem, a companhia aérea me informou que meu voo original da volta de Madrid até Munique, havia sido cancelado e minha conexão seria agora de 10 horas ao invés de 2.

Não achei ruim. Afinal, sou apaixonada por Madrid, uma cidade que eu moraria facinho. Mas, essas 10 horas iam ser muito cansativas, já que antes de chegar lá, eu teria outros 2 voos, um de 3 horas e meia de Fortaleza à São Paulo, e outro de São Paulo até Madrid que duraria 10 horas. É isso mesmo, uma maratona!

Então a minha realidade foi: quando cheguei em Madrid eu estava mais que cansada, tudo o que eu queria era dormir na minha cama já que eu não consigo dormir em avião, e no total, só havia conseguido dormir umas 2 horas.

A boa notícia é que antes da viagem eu fiz uma lista de coisas que gostaria de ver e fazer em Madrid. Enquanto pesquisava alguns lugares legais com vistas bonitas da cidade, coincidentemente achei um post bem legal escrito por uma colega, Virginia Duran, com algumas opções. E adivinha? Mantemos contato e acabamos marcando de nos encontrar enquanto eu estivesse por lá.

Para a minha sorte, não só encontrei a Virginia para o café da manhã, como ela foi minha “guia” pelas minhas 10 horas em Madrid. Agora, lembram da lista que falei que fiz? Com ela dupliquei a lista e visitei muito mais do que havia planejado. Então se um dia vocês tiverem 10 horas ou 1 dia em Madrid e gostariam de ver o máximo que der da cidade, comecem por aqui:

Puerta del Sol

Puerta del Sol, Madrid

Foi a minha primeira parada depois de sair do aeroporto às 6 da manhã. A Puerta del Sol foi originalmente um dos portões de Madrid, e hoje em dia é o lugar mais movimentado da cidade, daqui dá pra ir à qualquer lugar. Ainda me lembro do Reveillon que passei lá, comendo as tradicionais 12 uvas de acordo com as badaladas do relógio da praça.

Plaza Mayor

Plaza Mayor, Madrid

Como cheguei bem cedo, tive a chance de ver o pessoal ainda organizando a praça com as cadeiras e mesas. Aqui é um dos lugares mais famosos da cidade para tomar um café.

Chocolateria San Ginés

Chocolate quente com churros

Meu café da manhã foi nada mais nada menos do que na famosa Chocolateria San Ginés, renomada por seu chocolate quente e churros, que por sinal são bons demais. É uma chocolataria bem antiga, existe desde 1894. Poderia ter passado o resto das minhas horas em Madrid por aqui.

Mercado San Miguel

Mercado San Miguel, Madrid

Foi só uma parada rápida para dar uma olhada no mercado mais famoso de Madrid. Sabia que ele estava caindo aos pedaços até que alguns investidores o comprou, restaurou e o tornou um dos mercados mais legais da Europa? Dia e noite, no Mercado San Miguel você não só encontra produtos frescos, como também um bar.

Catedral de la Almudena

Catedral de la Almudena, Madrid

Nada menos do que a catedral onde os casamentos da realeza espanhola são realizados, linda por dentro e por fora. Exceto aos Domingos – exatamente o dia em que estava lá – é possível subir as escadas até o topo para contemplar uma vista linda de Madrid.

Palacio Real

Palacio Real, Madrid

Ao lado da catedral. A realeza não reside mais aqui, e na visita somente alguns cômodos do palácio estão abertos para visitas. De qualquer forma, lindo por fora, principalmente seu jardim que fica na parte de traz.

Templo de Debod

Templo de Debod, Madrid

Se nunca tiverem ouvido falar desse lugar, provavelmente não acreditarão no que vou contar. Esse monumento foi originalmente construído em Aswan, Egito em 200 a.C. E como ele veio parar em Madrid? Por causa da construção da represa de Aswan, monumentos e sítios arqueológicos estavam ameaçados. A UNESCO então solicitou ajuda internacional para preservar essa parte da história mundial. A Espanha foi um dos países que ajudaram a salvar os templos de Abu Simbel, foi ai que o Egito doou o Templo de Debod ao país em 1968. História interessante não?

Gran Vía e terraços

Vista do El Corte Inglés
Vista do El Corte Inglés

Conhecida como a Broadway espanhola, a Gran Vía é provavelmente a avenida mais famosa de Madrid. Ótima principalmente para compras, mas também casa de muitos prédios conhecidos, como o da Fundación Telefonica, e lugares que proporcionam vistas lindas da avenida, como o El Corte Inglés e o Hotel Vincci 66. Nada como perambular por essa rua.

Tartan Rooftop

IMG_1146

Um dos terraços mais legais de Madrid, onde é possível comer e tomar coquetéis deliciosos contemplando uma vista de tirar o fôlego. Depois da minha longa jornada das últimas horas, mereci tomar um Tinto de Verano, um drink bem popular na Espanha similar à Sangria.

Fonte Cibeles

Fuente Cibeles, Madrid

Então uma Madrileña me contou que essa fonte não é o que parece. Diz a lenda que debaixo dela está o cofre do Banco da Espanha – também localizado na praça Cibeles – e se alguém decidir roubá-lo, a fonte se inundará matando os ladrões afogados. Será? Bom, de qualquer forma há mais sobre essa fonte do que a celebração de mais um campeonato ganho pelo Real Madrid.

Puerta de Alcalá

Puerta de Alcalá, Madrid

Esse monumento Neo-clássico está localizado na Plaza de la Independencia, próximo ao famoso parque Buen Retiro. Foi um dos portões de Madrid, conectando-a à cidade Alcalá Henares. Próximo à essa área é onde se toma o café mais caro da cidade, o qual custa em torno de 5 Euros.

Parque Buen Retiro

Parque Buen Retiro, Madrid

Esse parque permaneceu em minha memória desde a primeira vez que visitei Madrid em 2003 e depois em 2006. Foi muito legal voltar em 2015 e ver que ele continua lindo, talvez ainda mais do que me lembrava. Sem dúvida parada obrigatória.

Dicas & Recomendações

  • Não deixe de comprar o Madrid Card de 24 horas, e adicionar o Madrid Tourist Travel Pass, com eles você poderá usar o transporte público o quanto quiser, poderá entrar de graça em mais de 50 atrações e ainda terá descontos em vários outros lugares.
  • Não esqueça o mapa do metrô.
  • Veja aqui mais terraços lindos em Madrid.
  • Todas essas atrações foram possíveis visitar à pé, o centro de Madrid não é tão grande, o que ajuda bastante nesse tour!

Você não precisa fazer tudo o que eu fiz. Aliás, o que fiz foi uma loucura, e só foi possível porque tive alguém da cidade para me guiar pelos caminhos mais rápidos. Mas dá para escolher seus favoritos, planejar um pouco e ficar de olho no horário para não perder o voo.

Se tiver mais tempo em Madrid, tem muito mais do que isso para fazer. Tenho certeza de que um jeito ou de outro vai adorar a cidade.