Mergulhar em Marsa Alam x Sharm-El-Sheikh

Mergulhar em Marsa Alam x Sharm-El-Sheikh, por Packing my Suitcase

Se você é mergulhador ou planeja torna-se um e não tinha ideia de que o Egito está entre os melhores lugares para mergulhar no mundo, você precisa ler isso e isso antes de continuar lendo. Por outro lado, se você já sabia disso e está lendo esse post porque precisa de ajuda para decidir qual dos dois você deve visitar primeiro, continue lendo.

Marsa Alam e Sharm-El-Sheikh são bem diferentes uma da outra, não só porque uma está localizada no norte do país e a outra no sul, mas em relação a vários outros aspectos também. Decidir em qual delas você gostaria de mergulhar depende muito do que você busca em um destino de mergulho, dos tipos de mergulhos que você gosta e do tipo de mergulhador que você é.

Em Novembro de 2014 estive em Marsa Alam, e em Maio deste ano em Sharm. Com base nas minhas experiências e no que ouvi de outros mergulhadores enquanto estive por lá, darei uma visão geral focada em aspectos diferentes, informações estas que poderão te ajudar na decisão.

Mergulhar em Marsa Alam x Sharm-El-Sheikh

 

Pontos de Mergulho

Os dois destinos oferecem mais de 35 pontos de mergulho cada. No entanto, a partir de Marsa Alam é possível ir de barco até pontos de mergulho mais distantes, e de Sharm é possível fazer day trips à cidade vizinha Dahaab, onde mais pontos de mergulho estão disponíveis.

No momento, Marsa Alam possui 2 pontos de mergulho entre os 50 melhores do mundo, enquanto Sharm possui 3.

Nas duas cidades a maioria dos mergulhos são feitos de barco, mas também há muitas opções que são pela praia. A maioria dos centros de mergulhos possuem um “house reef”, onde é possível fazer até 3 mergulhos por dia por um preço fixo, guiado ou não guiado.

Mergulhar em Marsa Alam x Sharm-El-Sheikh, por Packing my Suitcase
Elphinstone Reef, Marsa Alam

Visibilidade

Eu particularmente achei a visibilidade em Marsa Alam excepcional. Em todo mergulho a visibilidade era de pelo menos 20m. No entanto, dizem que entre Abril e Maio pode ser menos.

Me decepcionei com a visibilidade de Sharm. Muitos sites de mergulho diziam que a visibilidade por lá é ótima durante todo o ano, mas provei que isso não é verdade. Pode ser que isso seja devido ao forte turismo na região, afinal de contas, a natureza sente com essa mudança.

Correntes

Há mais correntes nos pontos de mergulho de Sharm, onde mergulho drift é bem comum, em alguns pode ser que seja necessário nadar contra fortes correntes. Em Marsa Alam somente alguns pontos possuem correntes fortes, como em Elphinstone.

Tubarão de galha branca, Elphinstone Reef, Marsa Alam
Tubarão de galha branca, Elphinstone Reef, Marsa Alam

Vida marinha

Nos dois lugares a vida marinha é bem similar. A única diferença é que em um você pode ver mais uma espécie do que outra. Por exemplo, notei que em Marsa Alam vi mais blue spotted sting rays do que em Sharm.

Em termos de animais grandes, espere ver mais em Marsa Alam do que em Sharm. Isso pode estar relacionado com o fato de Marsa Alam ainda ser pouco explorado.

Outros animais como tartarugas, são bem comuns nos dois lugares, mas em Marsa Alam elas são bem mais presentes, vistas em praticamente todo mergulho e em todos os pontos de mergulho.

Nudibranch e uma grande variedade de corais são encontrados nos dois lugares. No entanto, são bem mais preservados em Marsa Alam.

Espere ver bastante peixe nos dois locais. O Mar Vermelho é muito rico em vida marinha.

Naufrágios

Naufrágio Hamada, Marsa Alam
Naufrágio Hamada, Marsa Alam

Se o seu interesse é mergulhar em naufrágios, Sharm é a sua escolha. Lá é possível mergulhar em um dos melhores pontos de mergulho do mundo, o famoso SS Thistlegorm, bem como em pelo menos outros dois naufrágios (Dunraven e Kingston).

Em Marsa Alam também dá para mergulhar no naufrágio do Hamada, um antigo navio cargueiro que afundo próximo à praia.

Snorkeling

Os dois destinos oferecem ótimas oportunidades para snorkeling. No entanto, como já mencionei, a visibilidade em Marsa Alam é bem melhor, e é onde as chances de ver mais animais e corais mais saudáveis são maiores.

Mergulhar em Marsa Alam x Sharm-El-Sheikh, por Packing my Suitcase

Centros de mergulho

Sharm oferece bem mais opções de centros de mergulho. Me pareceu que Marsa Alam ainda é bastante monopolizado por um centro de mergulho, apesar de que já começaram a aparecer outros na região.

Liveaboards

As duas cidades oferecem opções maravilhosas em relação a liveaboards. A vantagem de pegar um a partir de Marsa Alam é que dá para ir até pontos de mergulhos no Sudão, os quais são conhecidos por serem espetaculares.

Atividades

Para mergulhadores, mergulhar é o que importa, mas seu que muitos ainda buscam o que fazer depois de um longo dia de mergulho. Nessa caso, Sharm sem dúvida oferece mais atividades.

Marsa Alam ainda é paradisíaca, enquanto Sharm oferece opções de festa, restaurantes e bares, casinos, parques aquáticos, sem mencionar a diversidade em esportes aquáticos.

Mergulhar em Marsa Alam x Sharm-El-Sheikh, por Packing my Suitcase

Comida

Não espere muito da comida no Egito. Depois de uma semana no país você terá saudade até mesmo de comida congelada para forno micro ondas. Mas, é bom saber que em Sharm há muito mais opções de restaurantes do que em Marsa Alam, a qual ainda é uma cidade pequena.

Para se ter uma ideia, em Sharm tem até Hard Rock Cafe e comida asiática, enquanto em Marsa Alam você acabará comendo no hotel todos os dias, ou talvez em uma das poucas opções que há no centro de Port Ghalib.

Acomodação

Resorts é a opção mais popular e comum nas duas cidades, e no fim das contas são também a mais barata. Em Sham claro, há mais opções, mas saiba que um resort de 4 estrelas no Egito não é o mesmo 4 estrelas da Europa/América.

Mergulhar em Marsa Alam x Sharm-El-Sheikh, por Packing my Suitcase

Câmara de recompressão

As duas cidades oferecem hospitais equipados com câmaras de recompressão. Normalmente ao receber a conta do centro de mergulho você irá notar que há uma taxa diária de €1 para a câmara de recompressão local, a qual é opcional.

Preço

Porque Sharm já é uma cidade mais popular e turística, é mais barata que Marsa Alam. Voos para Sharm são mais baratos, bem como hotéis, comida, mergulho (já que há mais opções de centros de mergulho) e outras atividades.

Marsa Alam é mais cara, mas ao mesmo tempo mais calma e menos turística. Um dia a cidade provavelmente irá tornar-se tão popular quanto Sharm, então aproveite enquanto ainda dá!

 

Lembre-se: no fim das contas, a decisão é sua!