Mergulhando em Marsa Alam

Mergulhando em Marsa Alam, Egito. Por Packing my Suitcase.

Águas turquesas, uma vida marinha rica, corais saudáveis e coloridos, naufrágios, mergulhos em correnteza – drift – cavernas e canyons; imagine tudo isso em um só lugar, sem dúvidas um paraíso para quem ama mergulhar. Bom, para a felicidade dos mergulhadores esse lugar existe, é chamado Marsa Alam, um paraíso ainda pouco conhecido e explorado localizado no Egito.

Marsa Alam oferece inúmeros pontos de mergulho, onde muitos são estilo shore diving – pela costa – outros acessíveis há no máximo 2 horas de barco, outros somente com um Liveaboard – embarcações para mergulhadores. Há pontos de mergulho para todos os níveis, de iniciantes até os mais avançados e experientes. Se estiver considerando aprender a mergulhar, aqui é um lugar maravilhoso para fazer isso. No entanto, se você estiver à fim somente de fazer snorkeling, não se preocupe, aqui também é um paraíso para você.

A vida marinha

Ahhh, as coisas lindas que você verá mergulhando aqui! A vida marinha do Mar Vermelho é sem dúvida abundante e diversa, desde pequenos camarões limpadores até o maior peixe do mundo, o inofensivo tubarão-baleia. Esteja você procurando ver animais pequenos ou grandes, aqui é o lugar. E se prepare, porque até o final desse artigo, você também vai querer ir mergulhar, ou no mínimo fazer snorkeling

Para que eu pudesse dar conta de aprender os nomes dos animais, usei um pequeno guia da vida marinha no Mar Vermelho. Normalmente disponível em diversas línguas, baratinho e prático. Certamente me ajudou à entender do que o guia estava falando, à identificar o que eu via, e claro, à apresentar algumas espécies para vocês.

Os Corais

De todas as cores e texturas, seja mergulhando ou fazendo snorkeling, em Marsa Alam você verá Corais de Fogo, Anêmonas, Salada e uma lista enorme de mais de 40 espécies. Como não sou expert nesse nomes em Português, fica mais fácil mostrar um pouco do que vi…

Os Invertebrados

Estrelas do mar, caranguejos, lagostas, camarões limpadores, águas-vivas, lulas, polvos, entre outros. A família de invertebrados do Mar Vermelho é longa, e muito interessante.

Os Peixes

Existem tantas espécies de peixes no Mar Vermelho, a maioria eu não tinha ideia que existia. Dos pequenos peixe-palhaços – famoso Nemo – até os grandes Napoleão e Barracuda, até os diferentes peixe crocodilo, peixe fantasma e peixe sapo. Ao final da viagem você terá o seu favorito, por algum motivo eu me apaixonei pelos Schooling Bannerfish, vai ver que é por causa do jeito engraçado que eles olhavam para mim.

Arraias

A arraia mais comum é a de pontos azuis, em um dos meus mergulhos contei 10. Se você tiver sorte, também verá uma Manta Ray ou uma Spotted Eagle Ray, tive a sorte de ver esta última.

Os Grandes

Para vocês em busca de ver os grandões, em Marsa Alam você verá. Há tartarugas marinhas gigantes, golfinhos, os raros Dugongs – vacas marinhas – moreias, tubarões-baleia, e outras espécies de tubarões como o tubarão martelo e o tubarão Oceânico de Ponta Branca, considerado o mais perigoso dos tubarões no Mundo – tive a chance de ver um deles nadando pertinho da gente, devo dizer uma coisa: eu amo tubarões!

Claro que para ver todos eles, depende muito de que época do ano você irá mergulhar por lá, e também da sua sorte! Infelizmente não vi golfinhos, Dugongs, nem os tubarões baleia e martelo, mais uma razão para voltar!

Cavernas e Naufrágios

Se aventura é o que você busca, também encontrará em Marsa Alam. Por lá há diversas cavernas, a maioria está há no máximo 10 m de profundidade. Também há o famoso naufrágio Hamada, localizado há 18 m de profundidade. Este navio afundou em 1993 e possui 63 m de comprimento, hoje é a casa de muitas espécies marinhas, um ponto de mergulho lindo.

Dicas

  • É preciso saber que mergulhar em Marsa Alam envolve custos extras além dos mergulhos (ex: gasolina para o barco, taxas ambientais, almoço no barco, etc), ao escolher o seu centro de mergulho, se informe sobre isso.
  • Procure reservar os seus mergulhos com antecedência porque sem dúvidas será mais barato.
  • Se quiser se familiarizar com a vida marinha que você verá por lá, compre um guia com as espécies do Mar Vermelho, será bem útil.
  • Escolhi mergulhar com o Emperor Divers, mas muitas pessoas também me recomendaram o Extra Divers.
  • O house reef – recifes locais – oferecido pelo Emperor Divers e Extra Divers é maravilhoso, com muita coisa para ver! Dá para fazer guiado ou por contra própria junto com sua dupla, eu e o W fizemos os dois.
  • Se quiser saber mais informações sobre Marsa Alam, dê uma olhada no meu post: Destino de Mergulho: Marsa Alam.

Mergulhando em Marsa Alam, Egito. Por Packing my Suitcase.

Informações úteis

Visibilidade: varia entre 20 m e 60 m (entre Abril e Maio a visibilidade pode ser reduzida por causa dos plânctons).

Temperatura da água: varia entre 24°C (Janeiro) e 30°C (Julho e Agosto)

Vento: pode ser bem forte entre os meses de Novembro e Fevereiro, limitando alguns pontos de mergulho como o famoso Elphinstone Reef.

Melhor época para ver:

  • Manta Rays: Abril e Maio
  • Tubarões-baleia: Maio e Junho
  • Tubarões Martelo: Maio até Agosto
  • Tubarão Oceânico de Ponta Branca: Outubro até Dezembro

Pontos de Mergulho mais famosos: Elphinstone Reef, Abu Dabbab, Dolphin House e Hamada. Saiba mais sobre esses e outros pontos de mergulho em um próximo post do blog.

Mergulhando em Marsa Alam, Egito. Por Packing my Suitcase.

O Egito foi o terceiro país onde tive a oportunidade de mergulhar, depois da Croácia e Turquia. Algumas pessoas dizem que mergulhar no Mar Vermelho é melhor do que em muitos lugares famosos como o Caribe, no entanto, como provavelmente a minha amiga Indah – quem também é uma mergulhadora e blogueira – concorda comigo, não há lugares melhores que outros quando se trata de mergulho, todo lugar é diferente, depende muito do que você quer ver; de qualquer forma para todos os gostos, o Egito deve estar na sua lista! Pronto pra ir mergulhar?