Como é ter um cachorro em Munique

Como é ter um cachorro em Munique, por Packing my Suitcase

Como muitos de vocês já sabem, eu tenho um cachorro, mas ele não é qualquer cachorro. O Enzzo, meu Golden Retriever, já viajou comigo para mais de 10 países. Ele nasceu no Brasil, e quando me mudei para a Suíça em 2011, ele foi comigo. Em 2012 me mudei para Munique, e claro, ele veio também. A história completa vocês encontram aqui.

Quando nos mudamos para Munique, eu não fui a única que teve que se acostumar à nova vida, regras e costumes do novo país. Nós dois aprendemos e descobrimos coisas novas com o passar do tempo, mas isso não aconteceu do dia para a noite. Hoje, estamos bem acostumados com a nossa vida em Munique e tudo o que posso dizer é que estamos muitos felizes vivendo aqui.

Ao longo dos anos, descobri muitas coisas sobre ter um cachorro em Munique. Para os curiosos ou para quem gostaria de ter um cachorro aqui, juntei algumas informações importantes para vocês terem uma ideia, ou até mesmo para ajudá-los.

Chip e Passaporte

Como é ter um cachorro em Munique, por Packing my Suitcase

Não importa se você está querendo um cachorro que já está aqui, ou tem a intenção de importar um para Alemanha, é necessário que o seu animal seja microchipado. Esse chip é minúsculo e não machuca; ele contém um número individual, que é vinculado ao seu cachorro. Seu uso é muito importante, já que ele armazena seu nome e contato; no caso de seu amigo de quatro patas se perder por ai, qualquer veterinário pode fazer a leitura do chip com uma máquina e localizar você.

Depois que seu cachorro estiver microchipado, você poderá emitir um passaporte, o qual contém todas as informações relacionadas à ele, inclusive as vacinas que ele tomou. Se você estiver importando seu cachorro, você precisará primeiro emitir um passaporte do Brasil, e depois que chegar na Alemanha, será necessário procurar um veterinário para registrar seu cãozinho e receber o passaporte Alemão.

A emissão do passaporte é muito importante se você planeja viajar com seu cachorro para fora da Alemanha. Caso haja controle em alguma fronteira, as vacinas deverão estar em dia e registradas no passaporte.

Procurando um lugar para morar

Enzzo ajudando na mudança!

Enzzo ajudando na mudança!

A busca por um apartamento em Munique pode ser bem complicada e demorada, especialmente se você tiver um cachorro. Demorei em torno de 3 meses para achar um lugar para morar em Munique, e olhe que nem foi tanto tempo comparado à outras pessoas. O negócio é que em Munique, a maioria dos proprietários dos apartamentos não aceitam animais, e se aceitarem, eles provavelmente irão favorecer pessoas que não possuem um.

Ao fazer a busca online aqui em Munique, os sites oferecem uma opção que se chama Haustiere Erlaubt, que significa permitido animais. Se você marcar essa opção verá que mais da metade das ofertas irão desaparecer, mas não desista fácil, tenho certeza que encontrará o lugar certo para vocês, nós conseguimos.

Não se esqueça do imposto!

Ter um cachorro em Munique significa que você terá que pagar um imposto anual. O valor é cobrado sempre nos meses de Janeiro de cada ano, e custa 100 Euros por cachorro. Depois de registrar seu amiguinho e pagar a taxa – tudo isso pode ser feito online – você receberá pelos correios uma medalhinha com um número, a qual deverá ser colocada na coleira do seu cão e usada sempre que sair de casa.

Nem pense em trapacear, de vez em quando tem alguém checando por ai quem tem pago o imposto direitinho. Já aconteceu comigo uma vez, assim que recebi a medalhinha em casa, ufa!

A cor e o tamanho da medalha pode variar, a do Enzzo é assim:

Como é ter um cachorro em Munique, por Packing my Suitcase

Existem alguns casos que são isentos ao imposto: cachorro de ajuda – ainda assim precisam ser registrados – e outro caso bem interessante: você pode ser isento por 1 ano, se fizer um curso para conseguir um “Hundeführeschein” – licença de cachorro – voltada para donos de cães, onde é necessário atender à aulas teóricas e fazer um teste! A ideia é bem interessante, não só pelo fato de economizar 100 Euros, mas para poder aprender um pouco mais sobre os seus direitos e deveres como dono de cachorro. Estou seriamente pensando em fazer!

Limpe a sujeira

Se você mora em Munique já deve saber disso. Se não, por favor, lembre-se de limpar a sujeira do seu cãozinho nas ruas. Se tem algo que as pessoas aqui sempre reclamam, é que alguém deixe a sujeira de seu cachorro para trás. Sei que para muitos de vocês isso é óbvio, mas como sabem, no Brasil essa prática ainda não virou costume em algumas regiões do país.

Não importa para onde eu vá com o Enzzo, sempre levo comigo saquinhos para limpar o número 2 dele. Em qualquer petshop ou até mesmo supermercado, é possível encontrar esses saquinhos bem baratos. É uma ótima ideia ter também uma mini bolsinha para guardar os saquinhos – como essa que eu uso – que dá para ser presa na coleira de seu amigo, dessa forma você não esquece os saquinhos ao sair de casa:

Como é ter um cachorro em Munique, por Packing my Suitcase

Em alguns parques de Munique também é possível encontrar saquinhos de graça (prometo que não estou fazendo propagando do veterinário abaixo):

Como é ter um cachorro em Munique, por Packing my Suitcase

Limpar a sujeira de seu bichinho torna-se um hábito, tanto que você perceberá que com o tempo saberá onde está o lixeiro mais próximo.

 Ambulância

Sempre vejo ambulâncias para animais por Munique, e sempre tive a curiosidade de saber como funciona, já que ainda não usei o serviço. Depois de uma pequena pesquisa, descobri que algumas delas não só ajudam em caso de emergência, como também estão frequentemente disponíveis em certos locais, em datas e horários específicos para vacinação ou para qualquer outra ajuda necessária. Aqui está um exemplo de uma, a qual normalmente vejo perto da minha casa:

Como é ter um cachorro em Munique, por Packing my Suitcase

No transporte público

Como é ter um cachorro em Munique, por Packing my Suitcase

Cães são permitidos andar no transporte público da cidade (tram, metrô, ônibus e trens), e você não precisa comprar um ticket à mais para o seu cachorro, o seu já dá o direito de levar um animal. Caso esteja sozinho(a) e precisar levar mais que um cachorro, será necessário pagar para o segundo o equivalente ao ticket de uma criança.

Não há um lugar designado para o seu cachorro ficar no transporte público. Você conhece seu cachorro, então deixe-o onde ele se sentir mais confortável, exceto nos bancos!

Atenção às placas

Há poucos lugares onde cães não são autorizados à entrar ou usar como banheiro. Supermercados, algumas farmácias, hospitais e parquinhos de crianças não permitem cachorros. Ao mesmo tempo, você encontrará em alguns lugares plaquinhas dizendo que seu cachorro não pode fazer o número 1 e 2, normalmente eles são edifícios privados:

Como é ter um cachorro em Munique, por Packing my SuitcaseEntão, atenção onde você está indo ou entrando com seu cachorro, ele não sabe onde pode ir ou não, isso é sua responsabilidade.

Na coleira

Como é ter um cachorro em Munique, por Packing my Suitcase

Normalmente seu cachorro pode andar sem a coleira. No entanto, cachorros de porte grande como o Golden Retriever, deve estar usando a coleira em certos lugares, como (mais informações):

  • próximo à parquinhos de criança
  • onde há um tráfego intenso de carros
  • dentro do transporte público, bem como nas paradas e estações
  • em festivais e feiras, como os Mercados de Natal
  • na parte antiga da cidade
  • nas zonas de pedestre

Onde cachorros são bem-vindos

Há muitos lugares que não só aceitam cachorros, como também oferecem um cuidado extra. Em alguns deles – a maioria supermercados – onde animais não podem entrar, do lado de fora normalmente há lugares como esse, onde seu amigo pode te esperar:

Como é ter um cachorro em Munique, por Packing my Suitcase

Como é ter um cachorro em Munique, por Packing my Suitcase

Na maioria dos restaurantes e cafezinhos, eles dão um recipiente com água e muitas vezes até guloseimas. Também dá para levar seu cachorro às compras, os shoppings e lojas não proíbem a entrada de animais.

Munique é sem dúvida uma cidade muito receptiva com cães. Quando estou passeando com o Enzzo, sempre há alguém sorrindo para a gente, algumas pessoas até já me conhecem por causa dele. O engraçado é que muitas vezes quando o Enzzo não está comigo, algumas pessoas não me reconhecem.

Até agora o Enzzo brincou nos parques da cidade, nadou em lagos, foi à restaurantes, cafezinhos e até mesmo à um bar, já andou de tram, metrô, ônibus e trem, andou pelo centro da cidade, entrou na farmácia da vizinhança e ainda ganhou um biscoitinho, foi abraçado por uma criança e frequentemente me espera educadamente ao lado de fora do supermercado!

Como é ter um cachorro em Munique, por Packing my Suitcase