Como economizar na sua viagem à Londres

Londres à noite

Não é segredo que Londres é uma das cidades mais caras na Europa para viajar, assim como Paris e outras. Ter Libras como moeda oficial não é o único problema, a realidade é que a cidade é cara por si só, em vários sentidos. Mas sim, é possível evitar gastar uma fortuna na sua viagem e encontrar alternativas baratas para aproveitar ao máximo a capital inglesa. Um pouco de pesquisa, observação e algumas dicas fazem maravilhas.

Na minha recente viagem à Londres busquei diversas formas baratas de curtir a cidade sem gastar tanto, e ao mesmo tempo não me limitei em conhecer e fazer o que queria. Aqui vão algumas dicas minhas sobre como economizar na sua viagem à Londres:

Com Acomodação

Londres à noite

1. Fique na casa de um amigo

Claro, a alternativa mais barata para os caros hotéis da cidade. Mas infelizmente nem todo mundo tem um amigo morando em Londres que tenha um sofá ou cama sobrando, mas se esse é o seu caso, aproveite a oportunidade.

2. Reserve com antecedência ou de última hora (Hotel/Hostel)

Se você está planejando ficar hospedado em um hotel ou hostel, o melhor que você pode fazer para economizar é:

Reservar com antecedência: os preços são melhores, mas observei que normalmente é necessário pagar o valor total já na reserva e nem todos permitem cancelamento;

Reservar de última hora: essa alternativa pode te ajudar bastante na economia, já que os preços são muito atrativos e é possível achar ótimos lugares para ficar. O melhor? Não há riscos de não encontrar hospedagem, Londres é tão grande e tem tantas opções que um quarto não vai faltar. Recomendo dar uma olhada em sites como Expedia, Lastminute.com e Hotel Tonight (app) para buscar ofertas legais.

3. Fique em um apartamento

Uma alternativa bem eficiente em termos de acomodação em Londres. Hoje em dia é possível ficar em apartamentos oferecidos pela famosa Airbnb (adoro) e por empresas como Marlin Apartments (que também adorei). Essa opção é ótima para quem está viajando em grupo, já que há opções para acomodar mais pessoas, dá para usar a cozinha e economizar com comida, sem contar na privacidade.

 

Com Alimentação

 

1. Não coma fora o tempo todo

Se tiver um lugar para cozinhar na sua acomodação, invista nisso. Sai muito mais barato comprar comida no supermercado e preparar você mesmo do que ir à restaurantes o tempo todo.

Cozinha por Marlin Apartments
Cozinha por Marlin Apartments

2. Antes de entrar em um restaurante, cheque os preços no cardápio/menu para evitar surpresas.

 

3. Busque por recomendações de restaurantes

Pergunte a um amigo ou busque na internet lugares bons e em conta para comer em Londres. Tenho certeza que irá encontrar boas dicas.

4. Compre street food ou comidas prontas

Food trucks, mercados como o famoso Borough e lojas de conveniência como a popular Marks & Spencer oferecem ótimas opções de comida, as quais não só são baratas, como gostosas e já vêm prontas para comer.

 

Com Visitas às Atrações Turísticas

 

1. Aproveite as atrações grátis

Há mais coisas grátis para ver e visitar em Londres do que muitos imaginam, de fato, conheci um guia local que me disse que as melhores atrações turísticas da cidade são de graça. Para inspiração e ideias, aos fãs do Pinterest, no meu board “London Calling” salvei ótimos pins com coisas de graça para fazer na cidade.

Notting Hill, Londres
Notting Hill

2. Compre o London Pass

Muitas atrações em Londres são pagas, e na verdade bem carinhas, como a Tower of London, cujo ingresso custa em torno de‎ £22. O London Pass é o city card de Londres, o qual dá acesso à mais de 60 atrações, oferece descontos em outras, possibilita adicionar o Oyster Travelcard (o qual permite acesso ilimitado ao transporte público) e você ainda ganha tempo indo pela fast track, cortando a fila.

O passe custa a partir de‎ £55 (1 dia para 1 adulto) e há opções disponíveis para 1 até 10 dias (preços irão aumentar em Fevereiro de 2016), para adultos e crianças. Juntamente com o passe você recebe um mini guia com a lista de atrações e dicas, e ainda dá para baixar o app deles.

3. Reserve com antecedência

Algumas atrações, como o London Eye, são mais baratas se você reservar o ingresso com antecedência e online. Dessa forma não só é possível economizar dinheiro como também tempo de fila – a qual é bem longa por sinal.

London Eye, Londres

 

Com Transporte

 

Localização é tudo

Se hospedar próximo aos lugares que você planeja visitar vai te ajudar a economizar tempo, paciência e claro, dinheiro. Quanto mais longe do centro e de Londres ficar, mais vai gastar com transporte público.

Londres underground

Compre o Oyster Card

O Oyster Card é o cartão utilizado no transporte público de Londres, a forma mais barata de andar por lá. Ele pode ser comprado com antecedência (online), nos aeroportos da cidade ou em qualquer estação de metrô. Ao comprá-lo é necessário pagar‎ £5, mas ao retornar o cartão no final da viagem, você recebe essa quantia de volta. Para utilizá-lo, você precisa colocar créditos. No entanto, também é possível usar seu próprio cartão de crédito ao invés do Oyster Card. Sempre que usar, o valor do ticket é debitado do seu cartão.

Outra dica é: se você vai ficar mais tempo em Londres, por exemplo uma semana, recomendo comprar a opção Travelcard do Oystercard, a qual te dá acesso ilimitado durante este período e sai muito em conta.

 

Alguém ai tem mais dicas de como economizar em uma viagem à Londres?