Por que eu me apaixonei por San Gimignano

San Gimignano, Itália.

Existem certos tipos de lugares nesse mundo: lugares que não são o que esperamos, outros que superam nossas expectativas, alguns que nos decepcionam, e aqueles que acabam nos surpreendendo da forma mais inesperada. Para mim, este último, não aconteceu muitas vezes, na verdade poucos lugares realmente me surpreenderam, e um deles foi San Gimignano, na Itália.

A minúscula e medieval cidade de San Gimignano, localizada na região da Toscana, certamente me surpreendeu. Quando comecei a caminhar pelas ruelas da cidade, passando por suas pequenas e estreitas passagens, não tive dúvidas de que esse lugar seria diferente e especial para mim. Claro que existem diversas cidades italianas semelhantes a esta, mas algo em San Gimignano fez com eu me apaixonasse já de cara.

E aqui estão os motivos por que eu me apaixonei por San Gimignano, e por que vocês provavelmente também irão:

A antiguidade da cidade

San Gimignano, Itália.

Andando pelas ruas estreitas cheias de prédios antigos e originais, o sentimento de estar pisando na história é inevitável. Sou só eu ou cidades antigas são sempre especiais? Para a maioria dos europeus isso já não é novidade, mas para nós brasileiros sei que sim.

Os prédios de estilo romanesco e gótico de San Gimignano são datados dos séculos XV e XVI, e seu centro histórico está na lista do Patrimônio Histórico Mundial da UNESCO. E sinceramente, como não amar essa cidade tão antiga?

As ruelas

San Gimignano, Itália.

Se ruazinhas estreitas te fascinam, aqui é o seu lugar. A cidade inteira é composta de ruelas, aonde quer que você vá. Cada esquina é uma surpresa e um convite aos curiosos que querem explorar essa cidade medieval por inteiro.

As passagens

San Gimignano, Itália.

O que realmente me chamou a atenção ao perambular pelas ruas dessa pequena cidade, foram as passagens, as quais são encontradas em praticamente toda rua. Aparentemente já que as ruas são tão estreitas, a melhor forma de conectá-las foi através dessas pequenas passagens. Hoje em dia, uma forma linda e diferente de explorar a cidade. Eu certamente fiquei encantada em passar por cada uma delas.

O sorvete

San Gimignano, Itália.

Para os que nunca ouviram falar de San Gimignano antes, saibam que além de tudo, a cidade diz fazer os melhores gelatos do mundo, tem até mesmo a universidade do sorvete! As duas gelaterias mais famosas são: Gelateria Dondoli e Gelateria del’Olmo, localizadas na Piazza della Cisterna. Provei nos dois lugares e devo concordar que são muito mais que deliciosos e de qualidade difícil de ser comparada.

A vista

San Gimignano, Itália.

San Gimignano é uma cidade localizada em uma pequena montanha, o que significa que é possível ter vistas maravilhosas da Toscana e seus vinhedos. Procure um lugar legal, sente-se e tome uma taça de vinho Chianti ao pôr do sol. Simplesmente um espetáculo!

A autenticidade

San Gimignano, Itália.

Apesar da quantidade de turistas, achei San Gimignano uma cidade italiana bem autêntica. Onde a população local ainda aproveita o fim de tarde para sentar-se próximo à praça principal, e os de mais idade fofocam observando os turistas passarem.

As janelas e portas antigas, os gatos, o cheiro de massa e café, e até mesmo as roupas penduradas nos varais em frente às casas, só fazem da cidade ainda mais autêntica. Isso quer dizer que a cidade mantém seus hábitos, apesar de ter se tornado alvo dos turistas. Ah, e ainda é possível encontrar ruas vazias mesmo com tantos visitantes!

 San Gimignano, Itália.

A vibe

San Gimignano, Itália.

Ahhh, a vibe dessa cidade é uma que não senti em muitos lugares. Me senti diferente – num bom sentido – especial. Me causou a mesma sensação que Nova Iorque, a de sentir-me parte desse mundo – mesmo que uma bem pequena. Não me perguntem por que, não sei explicar, até porque as duas cidades não têm nada a ver uma com a outra.

San Gimignano, Itália.

A verdade é que San Gimignano foi simplesmente uma surpresa, a qual me fez pensar em quantos lugares existem por ai esperando para os descobrirmos. Podemos até subestimar alguns, até que eles nos surpreendem da forma mais simples e especial.

San Gimignano, Itália.