Um dia em Salzburg

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Essa pequena cidade Austríaca constantemente faz parte dos itinerários Europeus. Salzburg não é apenas charmosa e medieval, como também linda e encantadora, além de ser a cidade onde nasceu o famoso compositor do século XVIII, Wolfgang Amadeus Mozart. Não muito longe de Munique (145km), essa romântica cidade é perfeita para dar um escapada no final de semana, ou até mesmo para passar o dia.

Já estive em Salzburg 3 vezes, mas a terceira foi ainda mais especial, pois tive o prazer de levar a minha mãe para conhecer a cidade quando ela esteve por aqui ano passado em Outubro. Decidi fazer a viagem da forma tradicional Europeia, de trem. Foi um dia lindo e agradável.

O caminho de Munique até Salzburg é maravilhoso, com vistas para lagos e para os Alpes. A estação central de Salzburg fica à alguns metros do centro da cidade, em torno de 15 minutos, então não gastamos nadinha com transporte público, fizemos tudo à pé mesmo, bem do jeito que eu gosto.

Ao chegarmos, fomos direto até o famoso Palácio Mirabell e seu jardim. Sem dúvidas uma parada obrigatória quando na cidade, o que posso dizer… é lindo mesmo e ainda proporciona uma vista linda do Castelo Hohensalzburg.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Em seguida fizemos uma parada rápida na frente da casa onde o Mozart viveu – não é a mesma em que ele nasceu. Não entramos, pois tínhamos outros planos para o nosso dia.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Depois atravessamos uma das lindas pontes da cidade. Não pudemos evitar dar uma parada por lá e apreciar o cenário maravilhoso.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Passamos a manhã andando pelo centro antigo da cidade, olhando as vitrines e conversando sobre nossas vidas. O que é melhor do que explorar uma cidade sem pressa? Você acaba descobrindo lugares novos que frequentemente dá todo um toque especial à viagem.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Claro que entramos na casa do Mozart, na famosa casa amarela onde ele nasceu e iniciou sua carreira como compositor. O lugar é lindo e muito bem conservado, uma visita que vale a pena.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Depois de almoçarmos em um dos restaurantes do centro, decidimos andar um pouco mais pela cidade, dessa vez em direção à Festungsberg, a montanha onde está localizado o lindo Castelo Hohensalzburg.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

É possível chegar até o Castelo Hohensalzburg com um teleférico ou à pé mesmo. Mas como muitos de vocês já sabem, tenho medo de altura e decidi subir à pé, mesmo que isso tenha exigido um pouco mais de esforço físico e cuidado redobrado para não cair nas partes inclinadas do caminho. A verdade é que o esforço valeu a pena, a vista é espetacular e o castelo é fascinante, tanto que aqui foi onde passamos mais tempo. E como não?

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.

No final do dia andamos de volta até a estação central e pegamos o trem de volta à Munique. Valeu a pena? Sim, cada segundo. Não gastamos mais que 100€ para as passagens de trem + comida e bebida + visitas às atrações da cidade para duas pessoas, sem mencionar o mais importante de tudo: o momento mãe-filha que tivemos.

Se vocês me perguntarem se a visita à Salzburg vale a pena, minha resposta certamente é sim. Ao chegar na cidade, imediatamente vocês entenderão porque as pessoas falam tanto dessa pequena cidade, e nem é necessário ficar muito tempo.

Salzburg, Áustria, por Packing my Suitcase.