Grande Prêmio de Fórmula 1 em Monza

Grande Prêmio de Fórmula 1 em Monza 2014, por Packing my Suitcase.

O Circuito de Monza é um dos mais antigos no calendário da Fórmula 1. Desde 1950, o grande evento automobilístico acontece todos os anos no circuito, cujo está localizado no Parque de Monza, o qual faz parte das cidades Milão e Monza. Neste último final de semana estive lá para o Grande Prêmio Italiano de Fórmula 2014 e contarei aqui como foi, bem como darei algumas dicas para quem está planejando ir à uma corrida por lá.

Alguns fatos sobre o Circuito:

Nome oficial do circuito: Autodromo di Monza

Construído em: 1922

Primeiro Grande Prêmio: 1950

Sentido da corrida: horário

Número de voltas: 53

Comprimento: 5.793 Km

Distância da corrida: 306.720 Km

Grande Prêmio de Fórmula 1 em Monza 2014, por Packing my Suitcase.

Esse foi o quarto Grande Prêmio que já fui, e assim como em todos os anteriores, foi novamente uma experiência maravilhosa e diferente das outras. Dessa vez eu estava com o ingresso para 3 dias, de Sexta até Domingo, e meu lugar foi na 8a (Prima Variante Esterna/ Variante del Rettifilo) primeira curva da corrida, como você pode ver no mapa do circuito abaixo:

Não consigo imaginar um lugar melhor que esse para ver a corrida. Essa curva oferece toda a emoção que alguém busca ao ver um Grande Prêmio de Fórmula 1. Como é a primeira curva depois da largada, os carros chegam em alta velocidade e precisam frear ao máximo, o que resulta em muitos erros por parte dos pilotos, como esses aqui:

A Prima Variante também é onde acontecem muitas ultrapassagens durante toda a corrida. O lugar onde fiquei era bem no alto da arquibancada com uma vista maravilhosa do circuito, achei bem melhor do que sentar nas filas mais embaixo. Além disso há um telão bem à frente, sendo possível então acompanhar todos os detalhes da corrida. Como eles abrem a pista para o público no final da corrida, para aqueles querendo ver a cerimônia de premiação mais de perto, aqui é a sua chance!

O dilema de chegar até o circuito…

Trem de Milão para Monza, por Packing my Suitcase

Existem algumas opções de como chegar no Circuito de Monza saindo de Milão (caso você decida ficar lá como eu, já que não haviam mais vagas nos hotéis de Monza), no entanto, desculpe informar que nenhuma delas te farão chegar lá em menos de 2 horas, então fica ao seu critério:

De carro:

Monza fica à 22 Km de Milão, e se você der uma olhada no Google, verá que se leva meia hora para chegar lá. O problema é que não existe a possibilidade disso acontecer em um final de semana de Fórmula 1, o trânsito te fará perder muito tempo, sem mencionar que você ainda precisa encontrar uma vaga em um dos estacionamentos. Claro que, no Domingo demorará mais ainda para chegar lá, já que a polícia local fecha a maioria das ruas ao redor do autódromo. É ai que o GPS será seu melhor amigo!

De trem/ônibus:

Sexta e Sábado: pegue um trem em Milão que vai até a estação central de Monza, e chegando lá você terá as opções de pegar um ônibus (o qual custa 4 Euros ida e volta), outro trem até a estação de Biassono, ou andar alguns quilômetros até o seu portão de entrada.

O ônibus irá demorar mais do que você imagina, também por causa do trânsito, além disso você se sentirá em uma lata de sardinha; se escolher o trem, terá que esperar um pouco, e dependendo de onde é o seu lugar no circuito você terá que andar bastante até a entrada; se for andando, prepare-se caso esteja fazendo calor, pois a caminhada será longa.

No Domingo: tem um trem especial que sai da Estação Central de Milão que vai direto à Estação de Biassono, e de lá você anda até a sua entrada, essa é a opção mais simples. No entanto, os trens estarão lotados, como é de se esperar.

De taxi:

Eu não escolheria essa opção; sairá muito caro e você ficará preso no trânsito de qualquer jeito. A única vantagem é que você já pode descer bem na sua entrada, o que significa que não terá que andar tanto.

***Além dessas opções mais viáveis acima, você também pode ir de bicicleta caso esteja hospedado lá por perto, ou de helicóptero, o que não é uma má idéia – brincadeira – até mesmo porque acredito que os pilotos chegam lá dessa forma, do contrário se atrasariam para a corrida – brincadeira de novo.

Minha impressão do circuito: a realidade

Não há dúvidas de que ver um Grande Prêmio é Monza é emocionante, no entanto, em comparação à outros circuitos que já fui antes, o Circuito de Monza definitivamente não é o meu favorito, e aqui estão minhas razões para achar isso, problemas que não vi nos outros:

  • O trabalho para chegar lá: todos os dias levei 2 horas para ir e mais outras 2 para voltar (Milão/Monza), nem um pouco prático, na verdade um pouco caótico.
  • Má infraestrutura: os banheiros eram horríveis e nojentos, falta de papel higiênico era comum.
  • Sujeira: TODOS os cestos de lixo estavam sempre cheios e ninguém os trocava, para se ter uma idéia, no Sábado ainda havia lixo da Sexta, ou seja, lixo por todo lugar!
  • Filas: sempre havia uma grande fila para comprar comida/bebida
  • Estacionamento: custa 20 Euros estacionar o carro em um dos estacionamentos próximos ao circuito, e ainda pode ser que você tenha que andar um pouco até a entrada.
  • Andar, andar e andar: não me importo em andar muito, corro 5 Km todos os dias, mas para ver uma corrida em Monza tudo o que você faz é andar, tudo é longe, então escolha sapatos adequados!

Destaques:

O lugar onde fiquei não poderia ter sido melhor, tudo de mais importante que aconteceu na corrida foi por lá: o Alonso parou o carro, o Kyvat passou reto em alta velocidade faltando 2 voltas para terminar a corrida, o Rosberg errou, o que fez com que o Hamilton ganhasse a corrida, sem contar as diversas ultrapassagens e erros.

Grande Prêmio de Fórmula 1 em Monza 2014, por Packing my Suitcase.

No final da corrida, a pista foi aberta ao público e algumas pessoas até aproveitaram para levar uma “lembrancinha” para casa:

Grande Prêmio de Fórmula 1 em Monza 2014, por Packing my Suitcase.

Dicas nunca são demais

  • Se você for somente pela corrida, hospede-se o mais próximo do circuito que puder;
  • Se além da corrida, você também gostaria de conhecer Milão um pouco, tente ficar mais uns dias extras para dar tempo visitar a cidade apropriadamente;
  • Na Sexta e no Sábado, os trens que vão até Monza não saem com frequência, então procure saber com antecedência os horários antes de ir à estação, e chegue cedo!
  • Leve papel, como eu já disse, pode ser um problema nos banheiros;
  • É possível encontrar estacionamento de graça, mas os mesmos ficam longe do circuito.

Espero que esse pequeno guia do Circuito de Monza seja útil para todos que estão planejando ir ver um Grande Prêmio de Fórmula 1 por lá nos próximos anos. Queria ter encontrado mais informações sobre a realidade do circuito antes de ir, assim teria me preparado melhor ou pelo menos saber o que me esperava. Portanto, espero que todas essas informações ajudem à quem precisar!

Venda de Ingresso: Bookf1.com

Já foi à um Grande Prêmio em Monza? Se sim, como foi? Iria novamente? Se não, está planejando em ir?