Descobrindo a República mais antiga do mundo: San Marino

Torre Guaita, San Marino por Packing my Suitcase

Acabo de voltar da minha primeira viagem do ano: San Marino. Há tanto o que contar sobre esse lugar tão pequeno e charmoso localizado no meio da Itália, que vou começar pelo começo.

Como eu moro em Munique, fui de carro com o meu marido. Nos levaram aproximadamente 10 horas até chegarmos em San Marino, mas porque decidimos fazer uma paradinha de 2 horas na terra de Romeu & Julieta, Verona. Esse tempo nos permitiu fazer uma visitinha rápida à varanda da casa de Julieta e almoçarmos em um restaurante maravilhoso chamado Osteria “Le Vecete”. Se você tiver a oportunidade de dar uma passadinha por lá, não deixe de provar o Risoto all’Amarone – feito com vinho tinto – e o salame de chocolate que eles servem como sobremesa.

De volta para San Marino. Já é possível notar o quão especial é esse lugar assim que você começa a percorrer as estreitas estradinhas fazendo ziguezagues até chegar ao topo. Quando você vê o Monte Titano e suas três torres (Guaita, Montale e Cesta) debaixo, você nunca acredita que é possível chegar até lá de carro. Felizmente nosso carro é um Mini Cooper, o que facilitou bastante para a gente.

Decidimos ficar 2 noites e dois dias em San Marino. Muitos diriam que 1 dia seria suficiente, mas acho a duração perfeita para aqueles que apreciam andar por ai explorando cada beco e vistas de tirar o fôlego de um lugar como esse. Infelizmente, estava ventando muito e choveu por um bom tempo no nosso primeiro dia, mesmo assim decidimos andar até as torres com o nosso cachorro (sim, nós levamos o Enzzo, nosso Golden Retriever), tiramos algumas fotos e decidimos passear pelas lojinhas para comprarmos alguns vinhos. Combinamos de voltar para entrar nas torres no dia seguinte.

Ficamos hospedados no Titano Hotel, o qual é muito bem localizado: no meio do Centro Storico e à apenas alguns passos das torres, rodeado por lojinhas e restaurantes. Alguns quartos do hotel oferecem vistas maravilhosas, no entanto não tivemos tanta sorte, já que o nosso quarto estava no andar -1 e ficava de frente para alguns prédios da cidade. Não pude reclamar, porque mesmo assim a vista era charmosa.

Mas, tivemos a chance de contemplar a melhor vista do nosso hotel, a qual é do seu restaurante chamado La Terrazza. Almoçamos no Domingo de Páscoa, o que significa que estava completamente lotado. Tivemos sorte de conseguir uma mesa no pequeno terraço deles, mas isso porque não era um dos dias mais quentes na cidade e todos preferiam sentar dentro. Não nos importamos em sentar do lado de fora; não poderia estar mais frio que em Munique nos últimos dias. Infelizmente como o restaurante estava lotado, os garçons nos esqueceram por um tempo; mas além disso aproveitamos o momento e degustamos lentamente um vinho local.

Restaurante la Terraza, San Marino. Por Packing my Suitcase

Também tivemos a oportunidade de comer em um pequeno, confortável e delicioso restaurante local chamado Cantina di Bacco. Pedi um menu de 3 pratos, o qual incluía 2 pratos principais e uma sobremesa. O detalhe mais interessante desse menu é que os dois pratos vieram com 3 opções diferentes, como se fosse um “food tasting”. Amei essa idéia porque sempre que vou à um restaurante fico em dúvida do que pedir; dessa vez, minha indecisão não foi um problema.

No nosso segundo dia o sol antes tão tímido decidiu aparecer e a cidade parecia totalmente diferente. Aproveitamos o bom tempo e sentamos para tomar um sorvete olhando os turistas passarem e voltamos para visitar as torres, a atração principal de San Marino.

Notamos que a cidade é lotada durante o dia e totalmente vazia à noite. Isso se deve ao fato de que a maioria dos turistas vêm passar somente o dia. À noite andamos pela cidade com o Enzzo e o deixamos sem coleira já que éramos os únicos perambulando pelas ruazinhas escuras.

San Marino por Packing my Suitcase

 San Marino à noite por Packing my Suitcase

Nossa estadia foi curta mas suficiente para descobrir San Marino. Aproveitamos cada momento e trouxemos ótimas lembranças juntamente com algumas garrafas de vinhos locais. Essa cidade sempre será um lugar especial para mim, já que foi onde criei esse blog.

Minhas dicas

1. Se você gosta de correr e gostaria de sair para dar uma corridinha de manhã cedo ao acordar em San Marino: você pode tentar, mas terá que subir algumas ladeirinhas.

2. Se você é um amante de vinho como eu, não pode deixar de provar os vinhos produzidos localmente: Sangiovese, Brugneto e Tessano. Caso tenha a oportunidade de ir à um supermercado, os vinhos são mais baratos do que nas lojinhas da cidade. Por exemplo, uma garrafa de Brugneto varia entre 6,90 – 9,90 EUR – mas você pode barganhar – enquanto no supermercado custa 6,50 EUR.

3. Andar com um cachorro em San Marino é bem divertido e prazeroso, especialmente porque eles são bem-vindos na maioria dos restaurantes e lojas e até mesmo na Torre Guaita. O único problema é que pode ser difícil achar uma graminha pela cidade onde ele possa usar o banheiro, se é que você me entende.

4. Nosso hotel nos deu 2 cartões os quais nos deu acesso à 8 pontos turísticos da cidade pela metade do preço. Se você se hospedar em San Marino tente conseguir esses cartões com o seu hotel também.

5. Nas lojinhas você encontra vinhos, souvenir, bolsas e roupas originais de marcas famosas, biquínis (sim, San Marino fica ao lado do mar, perto da cidade litorânea Italiana Rimini), miniaturas de carros antigos para coleção e muito mais.

Onde comer

No geral a comida em San Marino é ótima, então acredito que você não terá problemas para encontrar um restaurante legal. Meu favorito foi a Cantina di Bacco. Mas também comi no:

La Terrazza

Nido del Falco

Destaques da Viagem

A vista: você definitivamente consegue ver o mar lá de cima, se não for um dia com muita névoa

As casas antigas e as torres, as quais foram construídas lá pelos anos 1200.

A maneira como a cidade é construída ao redor do monte

Cidade barata: estávamos esperando algo como Mônaco

 

Próxima parada: uma ilha Européia

Quando: 30/05 – 06/06/2014

Enquanto isso, não perca os próximos posts